Sunshine

Quando foi a última vez que você viu o sol nascer?
Quando foi a última vez que você sorriu por alguém?
Hoje é um Bom Dia, em que tudo pode acontecer.
Hoje é daqueles dias que pode surgir alguém.


 Faz tempo que você acordou?
E noite passada, como passou?
Teve aquele encontro emocionante?
Ou foi apenas comum e frustrante?


Quantas vezes você se sentiu um objeto?
Quantas vezes não soube ser direto?
Quantas vezes quis encontrar o amor...
Mas só encontrou sofrimento e dor?

Hoje é um Bom Dia, em que tudo pode acontecer.
Olhe ao seu redor e veja que não há barreiras.
Olhe pela janela, e no horizonte, veja o sol nascer.
Há alguém pensando em você sem bobeiras.

Aquela pessoa que quer ver a lua chegar
Que quer ver a noite reinar
Que quer ver o sol nascer contigo
Alguém além de companhia, de amigo.

Hoje é um Bom Dia para descobrir
Que aquele sentimento existe dentro de si
Dentro de alguém que quer te descobrir

E te fazer de novo o amor sentir.

Ponte

O relógio é implacável, corre voraz consumindo as horas por vir

Juntos, faz o tempo voar à velocidade supersônica

Distantes, para!

O que há de mais importante na vida é a vida por vir

Juntos, faz o tempo ser mestre e amigo

Distantes, inimigo!

Não se pode subestimar os desafios por vir

Juntos, degraus de uma escada longa


Distantes, impossível!

A felicidade não é um destino certo e sim a viagem a seguir

Juntos, um desafio alcançável

Distantes, inatingível!

Pouco ou nada sabemos do futuro e tampouco quando chegará

Juntos, descobriremos

Distantes, jamais saberemos!

Tudo que nos resta é mar de incertezas e um amar de certezas
Juntos, o mar secará

Distantes, esse amar sobressairá!

O Ente de Duas Faces

Então, senhores e senhoras, chegamos à raiz do problema!

A educação, aquela que aprendemos em casa, respeitar os mais velhos, ajudar nas tarefas de casa, constituir uma família e uma vida com princípios e valores, já tinha ido pro ralo.

Agora, o aprendizado, aqui chamado de Educação Escolar, está fadado à morte cruel, graças ao politicamente correto.

Essa entidade, esse monstro de duas faces que ludibria os menos intelectualmente desenvolvidos com seu ramalhete de oferendas que insinuam que a igualdade deve vir de um respeito desprovido de mérito.
Basta você ser diferente e pronto! Não apenas deverá ter meu respeito, como devo ainda temer que o indivíduo...
hmmm....vou usar a palavra informal indivídua, para não ser chamado de machista...Peraí! Não, posso estar ofendendo alguém, pois é pejorativo...
Enfim, o ser humano, o homo sapiens (e também a "mulher sapiens") que se sentir ofendido com qualquer que seja a minha conduta, pode me acusar de qualquer coisa...racismo, feminismo, homofobia...ou, simplesmente me acusar de não ser civilizado, atualizado...enfim, o diferente sou eu, mas não posso ter os mesmos direitos do "diferente".

O PC (politicamente correto) é um Ser bem superior a qualquer crença, cultura, tradição ou razão. Quiça, maior que qualquer deus.

O PC chegou à Terra Brasilis, sentado em primeira classe num Concorde há muitos anos. Teve, à sua chegada, salvas de palmas e de tiros, visto como o salvador dos oprimidos.
Desde lá, as assim chamadas minorias foram aumentando.
Tínhamos e temos o problema do Racismo, que todos conhecem em vários tons, mais de 50.
Pelo Politicamente Correto, deixou de ser normal chamar o negro de negro, de preto, de negão, de nega e passou-se a utilizar o termo curto e fácil Afrodescendente...Como se isso mudasse a cor da pele.
Depois, outras minorias surgiram, querendo tomar "seu lugar por direito"...Gays, que agora só podem ser denominados Homossexuais.

Mulheres, feministas em rótulo, onde a maioria nem sabe o que preza a ideologia e fazem de qualquer homem simplesmente um inimigo...Poderiam se juntar ao grupo anterior, mas pode ser que tenham medo de sair do armário.

Mas, não é desses grupos que quero falar.

É de mim, de você, de qualquer um que há 20 anos, exatamente em 1996, viu nascer a aprovação automática, sob o nome bonitinho de "progressão continuada".
Pergunto a cada um de vocês que aprendeu a ler e escrever, mesmo que mal e porcamente, o quanto lhes foi custoso. Quantas noites foram dormir pensando se iriam tirar uma nota boa numa redação.

Bom...a aprovação automática passou da 1ª à 8ª série, pulou o ensino médio, cursou a universidade no modelo EAD e foi graduada com o título de Imbecilidade Premiada.

Não existe mais certo ou errado e sim o adequado! Isso para evitar constrangimento...

Mas...constrangimento de quem??? Do vagabundo, preguiçoso, vadio e qualquer adjetivo que se possa pensar nessa ordem...NÃO!!! Essa raça não se constrange! Dá risada, porque agora tanto faz escrever certo ou "serto". Tanto faz!

Assim, eu e você vamos ficar sentados olhando mais essa facada que esse governo desgovernado nos dá. Não bastasse o acordo ortográfico que fez a todos nós ter que voltar às carteiras para descobrir que coco não tem acento (ou seria assento?) e que se tem acento, é melhor não tomar assento pois pode espalhar o cocô, que é informal e não se aplica à regra.

Vamos apenas, como bons brasileiros, civilizadamente pacatos e otários assistir esse e mais quantos decretos absurdos forem surgir. Afinal, o povo não tem, de fato, poder algum. O Poder está na mão de nefastos pais desse monstro, chamado comumente de politicamente correto...Mas, se não existe mais certo ou errado, o que é correto? Vejam o vídeo! É uma gracinha!

E você pode dizer que o texto não faz sentido...Tá tudo bem! Depois de ver o vídeo, a primeira coisa que pensei foi "Sentido pra quê?"


Única


Um velho ditado diz que o amor é cego, surdo e mudo
Não concordo com isso de forma nenhuma
Impossível não enxergar, ouvir e sentir tudo
Como se não fossemos atraídos por qualidade alguma
Ahhh...O amor pode não ser perfeito, mas não é tolo!

Eu gosto da beleza
Não dispenso a essência
Tampouco pode faltar leveza
Raramente desdenho inteligência
E você tem tudo isso...Como pode o amor ser cego?

Várias vezes na vida sentimos emoções ímpares
As vezes quando queremos muito algo com que sonhamos
Riquezas, alegrias, cheiros, sabores, lugares...
Intensamente nossos corpos arrepiam com o que sentimos
Ainda assim, com tantas coisas, com tantos prazeres
Somente realizamos um Desejo quanto amamos


Mais uma manhã, porém essa com algo diferente
Uma manhã de verão com nuances de outono
Luzes menos intensas e ambiente menos quente
Hora de levantar? Que nada! Vamos ficar um mais um pouco
E aproveitar esse momento tão surreal, sublime
Repetir, quem sabe, a noite de amor desvairado, louco
Esquecer o dia, a vida lá fora e curtir esse amor “caliente”
Só eu e você, você e eu aqui...sem fantasmas, sem limite

Um Grande Amor Jamais Morre

Quem não ouviu dizer que
Um grande amor jamais morre?
E que se morrer, não foi amor
Riscos de ter sido uma paixão enorme
O Amor, jamais morre


Pode ter chegado perto, bem perto até
Outrossim, seria amor, mas amor não era
Dias e noites de carinhos e carícias
Era amor? Talvez fosse...sei lá
Resta enterrar no passado e olhar para frente.

Fazer de novo todo o certo e
Inovar onde erramos e quem sabe
Começaremos uma história que não acabe em final feliz
Apenas seja...Feliz! Sem Final
Refazer planos, refazer laços, reconstruir uma vida.


Creio mais uma vez que o amor nasceu
O mais sublime e encantador sentimento
Não é apenas paixão...Preciso levar tempo para descobrir?
Tempo! Sempre o tempo está envolvido...
Insipiente, tirano e profano...assim é o Tempo!
Graças a ele, tudo tem hora certa para acontecer...
Onde está escrito? Oras!!! Tem que ter mesmo? Não achei no Manual do Amor!

Apesar do pouco tempo que tivemos
Mais e mais tenho certeza de que ambos estamos envolvidos
O que sentimos é mais forte...Será o Grande Amor?
Reina a dúvida...Mas se for um grande amor...Jamais...Morre.

Atraso

-“Você demorou! Onde vc tava?

-Tava vindo, mas o trânsito tava ruim...
-Ah tá!
-É sério... Todo mundo parece ter voltado do feriado só hoje.
-Aham!
-Tudo bem...podíamos aproveitar esses poucos minutos, mas com você desse jeito, vou seguir meu caminho.
-Espera!
-...
-Espera...
-Tá melhor?
-Sim...acho q eu...
-Não! Não diga... Já ouvi isso antes numa situação idêntica, e não terminou como devia.
-???
-Deixe o tempo ser sua voz, como eu deixarei ele ser minha razão.”

Não conseguimos nem contar
As vezes em que encontramos uma pessoa
Rumamos a um encontro em qualquer lugar
Jamais saímos do lugar
Ainda que pensemos ter chegado
Realmente não encontramos
A pessoa...nem o lugar
Tão complexa é a atitude
Surpreendente a reação
Comum a virtude
Inútil a explicação
Queremos a chance
Não desperdiçamos o minuto
Envolvidos que estamos
Na sombra de um olhar
No doce de um sorriso
No calor de um abraço
Mas não...
Já fomos...
Não somos...

Vamos falar de Amor?

- Vamos falar de Amor?
- Amor? Não podemos falar de amor! Você parece um adolescente! Mal me conheces, como queres falar de Amor?
- Tem razão...Mas me ajude a entender uma coisa?
- ...
- Quando começa o dia, meu primeiro pensamento é você...vem antes mesmo do café.
- Normal, estamos nos conhecendo.
- Enquanto não te vejo, a ansiedade é tanta que não raciocino bem...Não sei o que fazer primeiro.
- Ah, isso não é nada...
- Quando nos encontramos, parece que tudo em volta desaparece. Ficar olhando teus olhos lindos, esperando o que você vai falar em seguida e prestar atenção no que você fala, se tornam prioridades.
- Gosto de atenção. Obg.
- Sinto minhas mãos trêmulas e suadas, minha respiração fica descompassada, o coração dispara, minha cabeça entra em parafuso, meu corpo sente pequenos choques, a boca fica seca e depois encharcada, meus lábios doem de tanta vontade do teu beijo, meus olhos se arregalam para não perder nenhum detalhe. Só você importa nesse momento!
- ...
- O que é isso? Me ajuda a entender?
- ...
- Sentes a mesma coisa, não é?
- Não...sei...
- Sabe o sol?
- Sei.
- Visse ele o brilho que emanas, não mais seria o Astro Rei, apenas um mero súdito! Sabe as estrelas?
- Sei...
- Vissem elas como teus olhos resplandecem, não ousariam cintilar. Seriam apenas comparadas a vagalumes! Sabe o mar?
- Aham...
- Pobre mar...visse ele como teus longos cabelos ondulam ao sabor do vento, esconder-se-ia por completo em uma garrafa!
- Rsrsrs.
- Sabe a rosa?
- Ai, ai...rs
- A rosa de pétalas tão suaves não mais desabrocharia se sentisse o veludo do teu toque de dedos finos e mãos delicadas!




“Não imagino como seria te ver partir
Nem quero imaginar tal evento!
Dizes que tens para onde ir
Mas queres ficar por muito tempo



Se um dia você se for
E resolver nunca mais voltar
Então me dirás que não é amor
E que não queres me amar



Mas se um dia você for embora
E pensar em mim, em nós, a todo segundo
Resolverás voltar na mesma hora
Para viver o maior amor do mundo


Se um dia você partir para nunca mais voltar
Saberei que não fostes minha, que nunca te tive
Mas se um dia você for embora e retornar
Sequer te perdi porque o amor em ti reside”